Saiba mais.

Em novembro do ano passado, a editora Panini anunciou “Komi não consegue se comunicar” (Komi-san wa Komyushou Desu. ). Os dois primeiros volumes já estão em pré-venda tanto na Loja Panini quanto na Amazon. O volume #1 deve sair em fevereiro/2022. Nesta postagem veremos como está a publicação da obra pelo mundo (até onde sabemos). Por último, daremos nossas opiniões a respeito da obra.

Sinopse: “E começa a jornada em busca das 100 amizades! O sonho da estudante socialmente ansiosa Komi Shouko é fazer alguns amigos, mas todos na escola confundem sua ansiedade social paralisante como uma personalidade descolada! Com a distância de todos os alunos e a incapacidade de Komi para se comunicar, amizades parecem sempre estar fora de seu alcance.”

Komi não consegue se comunicar

Japão

“Komi-san wa Komyushou Desu.” (古見さんは、コミュ症です。) é escrito e ilustrado por Tomohito Oda. É publicado na revista Weekly Shounen Sunday da editora Shogakukan desde 2016. Atualmente 24 volumes foram lançados. Em agosto/2021, por conta da adaptação em anime, foi lançado um pack com os 4 primeiros volumes (vem com as sobrecapas originais, novas sobrecapas e uma ‘carteira estudantil’). Ganhou na categoria “melhor shounen” no 67° Shogakukan Manga Awards (2021). Uma adaptação em anime foi exibida na Temporada de Outono (outubro) do ano passado, estando disponível na Netflix. Uma 2° temporada foi confirmada para abril deste ano.

Pack com preço promocional (Volumes 1-4).

Espanha

A editora Ivrea publica a obra desde junho/2021. Ela sai no formato 2 em 1 e sob o título “Komi-san no puede comunicarse”.


Alemanha

O mangá sai pela TOKYOPOP desde 2020. Ele é publicado com o título “Komi Can’t Communicate”. No volume #9, na primeira tiragem, veio incluso um standee (imagem a seguir). O volume #10 foi lançado neste mês.

Standee que veio no volume #9 (Fonte: TOKYOPOP).

Estados Unidos

A obra é publicada pela editora VIZ desde 2019. É conhecida pelo título “Komi Can’t Communicate”. O volume #17 está previsto para fevereiro e o #18 para abril/2022.


Itália

A J-POP publica o mangá desde 2020. Ele atende ao título “Komi Can’t Communicate”. O volume #1, na primeira tiragem, veio acompanhado de um ‘Komi-notepad’ (imagem aqui). Em dezembro/2021, foi lançada uma capa variante do volume #1 exclusiva da loja Games Academy Funside. O volume #14 foi lançado neste mês.

Capa variante do volume #1 (Via Games Academy Funside).

México

No final do ano passado, a editora Panini anunciou que publicará a obra no país. O primeiro volume será lançado em abril.


Argentina

O mangá é lançado pela editora Ivrea desde julho/2021. Sai no formato 2 em 1 e sob o título “Komi-san no puede comunicarse”, sendo publicados 2 volumes até o momento. O volume #3 está previsto para o final deste mês.


Vietnã

A editora Kim Đồng publica o mangá sob o título “Komi – Nữ thần sợ giao tiếp”, tendo lançados três volumes até agora. O volume #1 (primeira tiragem) veio com um ‘Komi-marcador’ (confira aqui).


Coreia do Sul

Desde 2017, a obra é lançada pela editora Somy Media (소미미디어) sob o selo S Comics (S코믹스). O volume #21 saiu neste mês. Por lá, ela conhecida pelo título “코미 양은 커뮤증입니다”.


Taiwan

A editora Ching Win Publishing (青文出版社股份有限公司) publica o mangá desde 2018. O volume #16 está previsto para fevereiro/2022. Atende ao título “古見同學是溝通魯蛇。”. O volume #1 teve uma edição limitada.


Indonésia

A obra é publicada pela editora Elex Media Komputindo desde 2020 e com o título “Komi Sulit Berkomunikasi”. O volume #11 saiu neste mês.


Singapura

O mangá é lançado pela Shogakukan Asia desde 2020. Ele atende ao título “Komi Can’t Communicate”, sendo 15 volumes já publicados.


Tailândia

A editora Luckpim publica a obra desde 2017. Ela sai sob o título “โฉมงามพูดไม่เก่งกับผองเพื่อนไม่เต็มเต็ง”. Foram 11 volumes até o momento.


Opiniões

ALÊ: Por mais que eu tenha gostado da adaptação em anime de “Komi”, não vou embarcar nessa. São mais de 20 volumes de um mangá ainda em publicação e que não tem previsão de término (embora eu ache que vá terminar em breve). Acho muito ‘arriscado’ entrar nesse barco. Preços subindo, mercado instável e como disse em outros posts, obra muito longa e sendo mangá mensal, só não rola. Todavia, devo comprar o volume 1 para produzir conteúdo.

RUB: vou tentar colecionar. Vamos ver se consigo completar a coleção mesmo nessa situação editorial toda maluca que estar no Brasil.

Autor

Deixe um comentário