Entenda o caso.

Entenda o caso.

No dia 30 de dezembro de 2020, o canal Soco Foguete postou um vídeo ao qual ele diz que a editora Panini entrou em contato para falar de uma suposta descontinuação do mangá “I Am A Hero”.

Segundo o dono do canal, o Douglas (um dos gerentes de marketing da Panini), respondeu que a editora entrou em contato com a equipe espanhola da Panini, e esta que negocia os contratos globais da Panini com a Shogakukan. Segundo essa equipe da Espanha, a negociação de “I Am A Hero” foi feita para a série inteira, portanto os direitos de publicação de todos os volumes estão garantidos pela Panini. Assim o Douglas garantiu que a Panini BR irá publicar o mangá até o final.

Não sabe o que está acontecendo? Vem que nós explicaremos tudo 🙂

Semanas atrás, no dia 21 de dezembro, a editora francesa Kana fez um comunicado informando que eles não poderiam mais publicar I Am A Hero, pois a Shogakukan (editora japonesa da série) havia perdido os direitos da série. Portanto a editora também não poderia continuar a publicar a obra na França. Também eles estão sendo obrigados a parar a comercialização do mangá. O encerramento total será em 28 de fevereiro de 2021.

Essa notícia repercutiu bem rápido e chegou ao Brasil com viés de preocupação, dado que essa informação poderia impactar diretamente na publicação do mangá por aqui. Não deve acontecer já que segundo o Soco Foguete, a Panini garantiu que publicará o mangá inteiramente no Brasil.

Ainda não se tem informações concretas dos motivos pelos quais teriam levado a Shogakukan a perder os direitos da série, bem como ainda não sabemos se outra editora nipônica adquiriu o título.

“I Am A Hero” é escrito e ilustrado por Kengo Hanazawa. Foi publicado desde de 2009 na revista Big Comic Spirits, da editora Shogakukan. A obra rendeu um total de 22 volumes encadernados. No Brasil o mangá começou a ser publicado em fevereiro de 2018 e atualmente foram lançados 17 volumes pela Panini. O volume 18 está previsto para fevereiro de 2021.

Sinopse: “Aos 35 anos, Hideo Suzuki é um assistente de mangaká cuja vida parece estar estagnada em um trabalho sem perspectiva de crescimento profissional e que o afasta cada vez mais de seus sonhos.
Além disso, tem uma dificuldade imensa em criar laços e manter seus relacionamentos. Se considera um verdadeiro fracassado, com uma vida vazia e sem propósito, assim como a grande maioria da atual sociedade japonesa de assalariados. Mas… um dia, a rotina de Hideo muda drasticamente. Ele presencia uma mulher ser atropelada. Apesar de estar obviamente morta, ela se levantou e atacou um homem com mordidas..”